A Terra Pequena

Em Vislumbre Sereno Do Seu Criador

Afaga O Ferrão E Trás O Açoite

Findado Assim,

A Missão Presente Por Provação

Criança E Criatura

Não Em Nome De Candura

Mas, Em Compostura

A Inibição Da Criação

Tentada Ao Tentador

Terra De Novos Mestres

Sem Espelhos No Amor

O Encanto Antigo Ao Ser

Se Dissipou

O Sustento A Vida É Mantido

Ainda Que Exista A Morte

Na Passagem É Uma Ponte

Na Vida É Conexão

É Transporte

Saiba Aquele Que Carrega o Vento…

Não É Uma Questão De Sorte,

Não Um Vil Consorte…

A Vitória Não É Sensação Em Desalento…

Nem Crina De Rebento…

Em Inferior Desacato,

Correndo A Passo Lento.

A Certeza Ante A Direção A Seguir

Sob A Duvida Ante Ao Agir

O Cavalo Pode Até Ser Branco,

Ou Destoar De Cor Qualquer,

O Importante É A Força,

Luz Da Vida.,

Simples Na Fé,

A Manter Cavalo E Cavaleiro

Juntos Cavalheiros,

Firmes E Em Pé

Em Caminhos Encaminhados,

Aos Que Não Ecoam O Fim

Nem Teus Estilhaços

Surgindo Então…

Num Bom Jesus

A Visão Ao Ascender…

Ao Viver Por Ensinar.

E Eis Então, A Verdadeira Comunhão!

©2020 por PORTAL DE ACESSO GRATUITO TABERNACULUM VIVERE

  • Facebook
  • Instagram